segunda-feira, 5 de junho de 2017

Coeiia do Norte afirma que EUA não conseguirão parar Chuveiro de ataques nucleares !

Pyongyang condenou o bem sucedido teste de intercepção de mísseis balísticos dos EUA no início desta semana como um "movimento de risco" que "só irá trazer no início do dia em que o continente americano se transformará em cinzas".
Um porta-voz das Forças Estratégicas do Exército Popular da Coréia disse à agência de notícias estatal da KCNA que o teste interceptor de mísseis balísticos dos Estados Unidos realizado na terça-feira "é apenas uma provocação militar séria que traz à luz a ambição selvagem dos imperialistas dos EUA por acender uma guerra nuclear".
Ele chamou o teste de intercepção de um "ato de risco" que indica os "preparativos dos EUA para desencadear uma guerra nuclear contra" a Coréia do Norte. Tais "movimentos tontos" dos militares dos EUA apenas provam que a Coréia do Norte "reforçando a força nuclear para a autodefesa é inteiramente apenas", de acordo com o porta-voz.
O exército dos EUA, no entanto, não chamou o alvo do teste e "um ICBM da Coréia do Norte", ou mesmo o implica. Um funcionário do Pentágono não identificado disse à Stars and Stripes que o teste foi planejado com "anos de antecedência" e não foi uma resposta direta aos recentes testes de mísseis balísticos da Coréia do Norte.
O teste foi saudado pelo Pentágono como uma "realização incrível" que representa um "marco crítico" para o programa anti-mísseis.
"Este teste demonstra que temos um dissuasor capaz e credível contra uma ameaça muito real", disse o vice-almirante James D. Syring, da Agência de Defesa de Mísseis dos EUA, em um comunicado.
A Coreia do Norte, no entanto, descartou os resultados do teste como um "blefe", já que o sistema de intercepção ICMB, de acordo com o porta-voz, não impedirá o "golpe de ataque nuclear" da Coréia do Norte.
"Eles agora estão blefando, se gabando do" sucesso "no teste e da eficiência do sistema de interceptação de mísseis. Mas a RPDC considera isso apenas como um ato tolo daqueles que foram desesperados ", disse o porta-voz. "O último jogo da administração Trump para uma guerra nuclear só vai trazer no início do dia em que o continente americano se transformará em cinzas".
A capacidade de Pyongyang para "atingir o continente dos EUA" no momento é duvidosa, já que todos os mísseis balísticos recentemente testados foram de curto a médio alcance. O último míssil, lançado em 28 de maio, voou 450 quilômetros antes de pousar no Mar do Japão, a cerca de 300 quilômetros da costa japonesa. Em maio, Pyongyang anunciou que testou com sucesso o míssil balístico de alcance intermédio Pukguksong-2 como um projétil foi detectado aterrissando em águas internacionais ao largo da costa leste do Japão.
Coréia do Norte, representa um "perigo claro e presente" para os EUA, disse o ministro da Defesa, Jim Mattis, na sexta-feira, salientando que as ações de Pyongyang "são manifestamente ilegais ao abrigo do direito internacional", uma vez que violam as resoluções do Conselho de Segurança da ONU.
"O atual programa norte-coreano sinaliza uma clara intenção de adquirir mísseis balísticos armados por armas nucleares, incluindo os de alcance intercontinental, que representam ameaças diretas e imediatas aos nossos aliados regionais, parceiros e todo o mundo", disse Mattis.

Fonte: https://undhorizontenews2.blogspot.pt/


LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...